Coolness

Desanimam-me bastante aqueles adultos, já bem entrados na idade adulta, que fazem tudo para tentar parecer cool às gerações mais jovens, para isso imitando-lhes os tiques mais caricatos ou procurando fazer-lhes todas as vontades para serem gostados.

Só que essa forma postiça de se ser cool esbarra na impossibilidade de se parecer o que não é, junto de quem é. Como se os peles-vermelhas do velho oeste se deixassem enganar por um cara pálida com a cara borrada de vermelho.

Em vez de se afirmar uma identidade digna de ser respeitada e aceite, abdica-se dela e julga-se ser juventude o que não passa de outra coisa que, bem vistas coisas, se resume ao ridículo.

Albha

2 thoughts on “Coolness

  1. Ser/parecer jovem é, realmente, a password para entender a mentalidade dominante nas sociedades, mormente, ocidentais. O que se compreenderá melhor se a articularmos com três conceitos-chave que estruturam e caracterizam o “espirito do nosso tempo” societal. Muito sinteticamente:

    A egolatria: encontra nela o seu melhor aliado (o eu é mais Eu se for jovem)
    O egocentrismo: faz dela espelho (Quem é que quer saber de mim se for velho?)
    E o individualismo: encontra aí mais um pretexto para se afirmar (A juventude é uma excelente arma competitiva).

  2. Uma pessoa cool é uma pessoa com personalidade própria que se assume como é. Os putos são os primeiros a valorizar isso e a seguirem-lhe as pisadas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.