Amiguismo

Os analistas, articulistas, opinadores e especialistas feicebuquianos de gema de Direita que se declaram preocupados com o destino de António Costa se ele se aliar aos partidos parlamentares à sua Esquerda fazem-me lembrar os analistas, articulistas, opinadores e especialistas feicebuquianos de gema do Benfica que se declaram preocupados com o destino do Sporting por causa do dinheiro gasto a contratar o Jesus.

Frade

9 thoughts on “Amiguismo

  1. A rapaziada do Benfica sempre não tem tanta azia… 🙂

    E o Bruno de Carvalho diverte-me infinitamente mais que PC e PP juntos. E é muitíssimo menos perigoso para o país…

    Gostar

  2. Paulo, consegues acender umas luzes que ajudem a explicar a azia da brigada reformada do ICS (a Mónica, o Pulido Valente, a Bonifácio* hoje no observador….) em relação a Nóvoa?

    Já que estes protagonistas não são estranhos.

    * que cito “António Nóvoa saiu-lhe ao caminho com muita poesia, candura e total abertura: outro homem disposto a tudo para chegar a Belém, com poucos escrúpulos (não sabia se era crente, nem se gostava mais do PS ou do PC), muitíssima ambição disfarçada de modéstia, e completa abertura: venha um governo de esquerda, acabe-se com esse aberrante “arco da governação”. Problema: Nóvoa dividia o PS. Solução: um dia sim, outro dia não. Nóvoa ficou a cozer em lume brando para o que desse e viesse. E ainda hoje não se fartou de servir de roda sobresselente; outro homem de carácter.”

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.