Espelho Meu

É um bocado ridículo ver os zelotas dos partidos do arco da governação (podemos incluir a autárquica se assim o quiserem) a trocar acusações sobre favorecimentos políticos no aparelho de Estado, a escavar citações que contradizem as práticas e muita promessa por cumprir. Como se todos nós não soubéssemos que são muito pouco diferentes uns dos outros, unindo-se nessa prática comum do opaco nepotismo.

Existisse um avo de decoro e pudor e as falsas virgens recolheriam as vestes antes de as rasgar e evitariam um espectáculo público de comum indignidade. Não é preciso estarem sempre a demonstrar como a “classe política” é uma das maiores – quiçá a maior – vergonha de um país que, infelizmente, se encontra aprisionado numa armadilha europeia que torna quase impossível varrer toda esta gente e refundar isto a sério.

Corrupto

2 thoughts on “Espelho Meu

  1. A política precisava de pessoas com o mais alto grau de moralidade e de espírito de servir o bem comum.

    Mas tem, infelizmente, pouco para atrair essa pessoas.

    E assim vai-se cavando um círculo vicioso…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.