Inventarie-se!

Querem cadastrar tudo e mais alguma coisa que exista nas escolas e todas as demais circunscrições públicas, de terrenos a apagadores.

E é indispensável dar valor a tudo, inclusivé a pisa-papéis lascados e não se pode abater nada sem ser com autorização superior.

E os professores que façam, não se percebe em que modelo de horário, se vamos interromper as aulas para contar os cotos do giz e as poeiras em suspensão e registar nuns grelhadores de neurónios.

Parece-me que isto tem muito de retenção anal mal resolvida. Ou então há gente a precisar de preencher a vida com algo.

munch01