Ministeriáveis

Para a Educação. (A)Parececem-me muitos. Tirando o caso da abominável perfilada, tanto se me faz, porque tenho poucas esperanças na mudança do essencial de políticas partilhadas pela maioria da inteligência especializada, pois a Educação deixou – por consenso generalizado – de ser uma tema prioritário no debate político. Receio o avanço da municipalização e mais umas parvoíces do género, bem como o PS não parece ter ninguém com coragem, na sua esfera de acção, para mudar o modelo único de gestão e muito menos para revalorizar a condição docente. Confesso que me bastava que se abstivessem de aprofundar a obra da última década de desvario, mas julgo que só se preocuparão com a medida-bandeira demagógica de acabar com as provas finais do 4º ano.

O que significa que, quase certamente, o apoio que dou sem problemas a uma solução governativa à Esquerda não equivale a uma aceitação acrítica da continuação de políticas educativas que julgo fundamentalmente erradas.

calvinandhobbesreligious1

21 thoughts on “Ministeriáveis

  1. Por mim, já ficava satisfeito se acabassem com esse escândalo dos contratos de associação e que autorizassem as escolas a não declararem horários-zero, recomendando que se fizesse uma distribuição de serviço equilibrada e justa.

    Gostar

  2. Paulo, mas já viu a lista de reivindicações do Mário Nogueira? Sabendo que na semana passada reuniu com as três forças que apoiam o governo, não será de esperar que algumas das medidas venham a concretizar-se? Há doze urgentes. Algumas são importantes.

    Gostar

      1. Pois, também não esqueci essa noite. Mas agora, parece-me, a situação é diferente. Os próximos tempos o dirão.
        Já agora, gosto do seu (novo) quintal, mas esta parte dos comentários aparece-me aqui no computador meio estranha.

        Gostar

  3. E quero ver os gajos de direita de trombas, mais aqueles que votaram neles, mais o PR e, OXALÁ, que isto resulte, porque eles ‘andem’ aí para tramar (não queria dizer ‘tramar’ mas sou muito educada) qualquer coisinha que façam. O irrevogável avisou logo.

    Gostar

  4. Ainda hoje, não percebo como é que alguém, sem interesses económicos, pode ter votado na pàf, sinceramente…ide à missa e pedi perdão a nosso senhor, seus hereges.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.