Heróis

É muito habitual que, passados uns tempos sobre os acontecimentos presentes, certos mitos comecem pelo próprio interessado em ser fantástico. Ainda me lembro de um professor universitário que contava aventuras mil, heroísmos milhentos, alguns alegadamente passados e praticados em conspirações ali a poucas centenas de metros da minha casa – ninguém espera que um indígena daquela terreola lhes caia na sala de aula – e com gente que conheço desde os meus cueiros. Foi só referir as duas ruas de separação em relação à academia e o facto do líder revolucionário local ter sido colega de infância do meu pai e a conversa esmoreceu. E eu entrei no index democrático. Ainda anda por aí, muito popular, a ver se as calças não lhe caem.

Cueca

4 opiniões sobre “Heróis

  1. Era piquena quando se dei o 25 de Novembro e afastada como estava dos grandes centros nem sei bem que aconteceu. Nem me interessa por aí além… Quero é recuperar o 5 de Outubro, 1º Dezembro, 25 Abril e 1º Maio. Parecem-me datas mais significativas em termos históricos.

    Gostar

  2. Tenho uma história idêntica, passada com um autoproclamado “craque de futebol”…

    Mas indo ao 25 de Novembro, acho muita piada a putos pafistas mostrarem incredulidade e mesmo estupefação quando se lhes diz que o PS de MS foi o grande esteio – mormente no plano civil – da resistência à deriva totalitária esquerdista do PREC. E que muitos dos valentões do PPD e do CDS, ou apareciam encobertos por esse manto protector, ou simplesmente nem apareciam.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.