Gosto

Sempre que proto-ditadores são apeados por via eleitoral. Dá-me um pouco de crença no sistema. Não tenho conhecimentos suficientes sobre os novos, mas o Maduro tinha o nome com ele. Envergonha-me muito que os nossos últimos governos tenham, nesta triste década, achado que Chavez e Maduro eram parceiros preferenciais para os negócios.-

urna2

O Povo, Afinal

A teoria da ilegitimidade política do novo governo e da sua fragilidade por causa dos apoios que tem não parece colar com a mais recente sondagem. Ao contrário das expectativas dos pafistas mais destemperados e malcriados, a resposta mais frequente é que durará os quatro anos (no mínimo, dois, que foi o tempo do chilique portista a meio caminho do anterior mandato) e, já agora, que governará melhor do que o anterior. Mas isso também não é tarefa muito difícil, convenhamos.

Costa vai governar melhor

O mesmo barómetro aponta para que 37% dos portugueses acredita que o Executivo de António Costa vai governar melhor do que o de Passos Coelho. 38,7% responde que vai governar igual e apenas 19,4% acha que o desempenho será inferior.

Reflectindo estes resultados, o índice de expectativas no novo Governo apresenta valores positivos (9), bem melhor do que a nota negativa (-13) registada pelo Executivo de Passos Coelho.

.SondaAxi7Dez

Feriados

Amanhã vamos ter o primeiro (dia 1 de Dezembro respeitei a tradição, mas na base do 102) feriado oficial do ano lectivo, já quando ele não fazia praticamente falta.

Agora que já toda a gente quer recolocar os velhos feriados no calendário, gostaria de saber se a idiotice teve alguns ganhos mensuráveis, se a economia disparou, se a produtividade escalou patamares, ou se isto não passou de um ataque de estupidez por parte dos putativos refundadores da Nação.

Que os liberais cosmopolitas do PSD se estivessem nas tintas para o 1º de Dezembro, não me admira muito porque os marcantónios não conhecem lealdade a nenhuma bandeira que não a sua; mas que os patriotas portistas do CDS de mão sempre no peito em defesa de Portugal e o relógio-da-troika a badalar se lixassem para o dia da Restauração da Independência é algo estranho. Ou não.

Que muitos neo-monárquicos mal encobertos do CDS se estivessem a borrifar para o 5 de Outubro também é algo bastante natural; já acho mais incoerente que tenha aderido à moda o partido que deu ao país alguns dos mais afamados constitucionalistas, elevou a altos cargos parlamentares montenegros de avental disfarçado sob a fatiota e gerou um PR que parece obcecado com os pontos e vírgulas da Constituição e os meneios mais obscuros do protocolo republicano. Embora, verdade se diga, de quem chegou ao poder encavalitado em relvas não se deva esperar grande conhecimento da História ou respeito pela Res Publica.

Calendario
Enter a caption

A FNEprof em Acção

Isto é certamente o resultado do meu alegado anti-sindicalismo básico, mas deu-me a perfeita sensação de que o placard sindical lá das minhas voltou à vida nos últimos tempos com material novo e petições e reivindicações e outras acções e reclamações, todas elas justas, muito justas e que deveriam ter sido satisfeitas anteontem, logo a seguir ao fim do fascismo e do exame da 4ª classe.

Se quanto à Fenprof isto já faz parte de um modo de vida e o material do SPGL já é parte integrante do cenário, a papelada da FNE desperta-me curiosidade pois durante os últimos anos tinha ficado convencido da transformação da organização numa direcção-geral do MEC destinada a suavizar e explicar nas escolas as medidas da tutela, mesmo as mais disparatadas. Acho mesmo que, com um governo do PS, atendendo ao que se passou com a forma amigável como se relacionou com a governação PSD/CDS, a FNE só ganharia em voar baixinho e não nos fazer lembrar todo o seu extenso colaboracionismo em nome de um ineficaz soft power.

Este slideshow necessita de JavaScript.