BenzósDeus!

Há, realmente, quem se preocupe com a essência da coisa, pois uma sala de aula é como um templo sagrado do Saber e “ter a cabeça coberta, dentro de uma sala, é objectivamente uma falta de respeito”. Eu queira comentar mais este maravilhoso texto do Visconde de Macieira, mas só me consigo lembrar de questões menores, algumas delas do foro do jocoso e depois ainda sou mal entendido e…

Papa

6 thoughts on “BenzósDeus!

  1. O senhor não é mal entendido por ninguém, todos os entendem bem. O que o Sr. não consegue é entender as regras da boa educação, das quais fazem parte, sem dúvida, o não cobrir a cabeça dentro de uma sala de aula ou em espaços fechados. V. nunca viu nenhum deputado de chapéus ou boina dentro durante os plenários, pois não?
    Nem deve deixar que os seus filhos se sentem à mesa para qualquer refeição de chapéu colocado.
    Ou que entrem numa igreja de chapéu.
    Ou que entre numa sala de aula em tronco nu. Ou em cuecas?
    Ou será que acha que podem entrar?
    E se, em vez do tradicional chapéu, levarem este: https://mocassimcommeiabranca.files.wordpress.com/2011/01/images.jpg
    ou este: http://img.r7.com/images/2012/12/14/17_54_33_793_file?dimensions=780×536&no_crop=true
    ou este: http://4.bp.blogspot.com/_wXJrDFWWQas/S7AyXFF9TzI/AAAAAAAAAO4/Q1jR6vW5kSc/s1600/lucas+copy.jpg
    Talvez assim: http://cdn.vegaoo.pt/images/rep_art/gra/174/7/174755/sombrero-mexicano-adulto.jpg

    Você deve ser um professor moderno, democrata, dos que relativiza os comportamentos e depois estranha a indisciplina na sala de aula e nas escolas.
    Enfim, Deus nos dê paciência que juízo estamos conversados…

    Gostar

  2. Tem razão, Deus nos dê paciência para quem faz essas associações divertidas que tece no seu comentário.

    Confesso que escrevi o post na vaga esperança de aparecer um destrambelho parecido com o que acabei de ler e que revela uma miopia assinalável acerca do tema em apreço.

    Vamos por partes:

    1) Sim, penso ser democrata, mas não sei se sou moderno. Relativista, sou em certa medida (definição de relativismo por oposição ao absolutismo das certezas nascidas de fés que acabam muitas vezes mal.

    2) O humor não é apanágio dos absolutistas das certezas e das pessoas que acham que a fé e o respeito se alimentam essencialmente de sinais exteriores. Fazem-me lembrar aquelas pessoas que acreditam mesmo – ou dá-lhes jeito assim – que uma penitência com umas rezas os absolvem dos piores pecados cometidos. Não percebeu o tom do post, mas tudo bem… nem toda a gente consegue, nem com bonecos. O “mal entendido” não era literal, mas lê-o de forma literal quem não consegue olhar para além do vinhedo rasteiro.

    3) A minha concepção de respeito – pelo professor, por exemplo – é algo que tem uma profundidade e um significado que acho que a sua visão do mundo não consegue atingir, visto que é algo que se sente, antes de se exibir. O respeito que conquistamos, que merecemos, não é exibido por quem nos respeita com bonés ou cartazes, mas sim por actos muito mais importantes.

    4) Em relação ao “relativismo” eu diria que prefiro um aluno a quem eu dou certos direitos “especiais”, como caminho de demonstração para um respeito mútuo e que, mais ou menos tarde, têm a sua compensação numa relação em que esse respeito vai muito mais além de noções oitocentistas, de uma burguesia vitoriana importada entre nós na falta de melhor, de protocolo e boas maneiras. Posso achar que um boné na sala de aula não é a melhor das opções, mas garanto-lhe que, pelo menos comigo, essa não é nenhuma porta para a indisciplina.

    5) Prefiro mil vezes um miúdo de boa índole com um capuz do que adultos cheios de cerimónias que não passam de hipócritas capazes das piores acções de desrespeito pelos seres humanos.

    6) Tenho muita curiosidade sobre a sua posição acerca de temas como os refugiados e o terrorismo islâmico. Deve ser extremamente “ajuizada”, absoluta, pré-moderna e anti-democrata.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.