Guarda-Chuva

Tem a sua graça encontrar alguns dos críticos das medidas do actual ME a justificar a sua posição com o recente parecer do Conselho Nacional de Educação que antes tantos consideraram um órgão inútil, dependendo muito da relação com a respectiva presidência o sentido dos humores particulares. E, além disso, se há coisa que é habitual é as recomendações dos pareceres do CNE darem em muito pouco ou nada. Assim de memória, lembro-me de vários que foram directamente para a gaveta durante os últimos mandatos ministeriais e poucos (nenhuns?) os que serviram para mais do arma de arremesso político na última década.

O referido parecer e relatório técnico que lhe serve de base foram aprovados por uma larga maioria, mas mesmo assim não o foi pela unanimidade habitual em muitos outros pareceres e, ao que me contam alguns dos presentes, o debate foi mais aceso do que transparece pelos 4 votos contra e 1 abstenção. Fico à espera da publicação em Diário da República de todas as declarações de voto e respectivas fundamentações para perceber até que ponto as clivagens foram mais político-ideológicas do que técnicas (ao que consta o parecer, apesar de “aberto”, levantou muito mais questões do que o relatório) e se o próprio timing da apresentação pública das “recomendações” não foi objecto de reparos, pois surgiu mesmo antes do anúncio das decisões tomadas sobre a mesma matéria pelo ME, as quais já seriam do conhecimento de vários conselheiros.

Resumindo, até que ponto o parecer do CNE se está a tornar mais uma arma política do que propriamente uma documento de natureza “técnica”.

Umbrella-rihanna-30789190-320-432

 

3 thoughts on “Guarda-Chuva

  1. Ah! Já tinha reparado que esses documentos foram um “ossito” aos comentaristas Pafianos. Nada que não se anule por si próprio. Haverá mudanças de cadeiras, seguramente. É uma questão de tempo.

    Mas, a queda do Diretor Geral da Educação pareceu-me bem: por causa do escândalo dos concursos e do ensino artístico. Não me parece revanchismo, parece-me, isso sim, justiça elementar.

    Gostar

  2. Esses “estudos” constituem um bom álibi, principalmente para não se examinar a realidade particular de cada sistema e país, para não se reflectir sobre esse conjunto complexo e variável e para não se decidir de forma ponderada e articulada.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.