Presidenciais – 14

Não satisfeitos com os medos tremendos do radicalismo de Sampaio da Nóvoa nos anos 70, os spin doctors que ainda não foram informados do óbito do pafismo puseram a circular dúvidas sobre o seu currículo académico, tendo o candidato Cândido Ferreira (quem?) servido de barriga de aluguer para a publicitação da coisa que, depois, aqueles mesmos spin doctors retomam em insurgências e blasfémias blogosféricas, tuítadas e feicebucadas como se tivessem acabado de ter conhecimento de um facto importantíssimo. Se tivermos em atenção que muitos destes fungos escreventes cresceram à sombra de relvas, naquele tipo de ambiente neo-tropical que facilita muito o crescimento de muita vegetação parasita, percebemos logo o ciclo da notícia e o processo de produção das dúvidas do candidato útil.

Fungos

11 thoughts on “Presidenciais – 14

    1. Eis a “resposta”!
      “Já me disseram que todos os dias tem havido acusações diferentes. Não vou responder a nenhuma, são tão absurdas que não fazem nenhum sentido”, disse Sampaio da Nóvoa durante a visita a uma fábrica de moldes, na Marinha Grande.

      Gostar

      1. As acusações, não podem ter todas o mesmo “peso “.
        Eu não conheço qualquer outra.Desconheço.
        Mas ,há acusações e acusações.
        Tudo no mesmo saco ?
        Mistura sem esclarecer ?

        Gostar

    2. Estas coisas são públicas… parte dos meus certificados ainda estão online no outro blogue. Mas eu não alinho naquelas coisas à Trump que há uns anos se fartou de desafiar o Obama para divulgar a certidão de nascimento e quando ele o fez, fingiu que não era nada com ele.

      Gostar

    1. maria.c
      O problema não é esse.
      Vamos aguardar …
      Até parece que sou pró Marcelo, pró Belém ,etc
      Entre Marcelo e Tino Rãs – Tino Rãs !
      Entre Mª Belém ou Nóvoa e Tino – Tino !
      Prometo : não voltarei a tocar no tema ,posso ser mal interpretado.

      Gostar

  1. http://www.publico.pt/politica/noticia/o-herdeiro-1720393
    O problema de fundo não é esse. O problema de fundo é esta mentalidade, dos herdeiros do tempo Velho que era Novo, que se entranha neste povo, profundamente. O povo do fado, do futebol, de Fátima. O povo real, que não entende a diferença entre propaganda cínica e interesse genuíno.
    Mas Nóvoa precisa mesmo desta cadeira? Eu acho que não. Acho que avança mais por teimosia…e, diz ele, por causas.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.