7 thoughts on “A Nova Avaliação

    1. Deixemos, então, a “superior” falar sobre os “básicos”… está muito mais por dentro. Só tem uma coisa boa… neste texto, a Ana Benavente demonstra toda a carga preconceituosa de um pensamento ortodoxo e inflexível.

      Gostar

  1. Convirá, entretanto, olhar para além das análises simplistas e dualistas:
    “Reduzir o problema da escola à existência ou não de exames é não perceber que na escola hoje quase tudo está mal – horários esgotantes para alunos e professores, má formação científica dos professores, universidades que não formam como deviam, professores mal pagos, problemas sociais gravíssimos como o desemprego massivo, carga burocrática insuportável, da primária à Universidade a educação caminha retrocedendo. A responsabilidade é nossa, professores, pais, cidadãos. As nossas crianças não estão bem porque tudo à volta delas está mal”. (Raquel Varela).

    Gostar

    1. Sobre a “má formação científica” dos professores eu teria algo a dizer, concordando e discordando da escriba numas partes e em outras, mas conhecendo a arrogância da dita cuja e tendo lido algumas outras passagens dela, prefiro escusar-me antes de ser indelicado com a senhora.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.