O Futuro Sempre Anunciado

Há partes do pensamento e discurso de Joaquim Azevedo com que inegavelmente concordo, desde logo a necessidade de pensar a Educação de uma forma nova, coerente, alargada, não restrita a epifenómenos mediáticos ou marcadamente ideológicos. Aquilo de que discordo é que, nos dias de hoje, as soluções de futuro sejam as que eram pensadas há 20-25 anos. As visões do futuro também devem evoluir e não se cristalizar em formulações datadas do “futuro” e a Finlândia não pode ser pau para toda a obra, até porque a sua sociedade tem particularidades que permitem inovar de forma consistente, ter a compreensão e colaboração da sociedade e das famílias, assim como mobilizar os professores para a implementação das mudanças. A nós falta quase isso tudo e é distópico (em vez de utópico) acreditar que podemos colocar um ferrari a andar a 250km hora em estradas de terra mal batida sem partir a delicada suspensão e rebentar os pneus de baixo perfil a cada buraco das obras da edp/galg/(meo/nos. Há que reformar a sociedade, a organização económica e, depois, como na Finlândia, passarmos para as cerejas.

Cereja

7 thoughts on “O Futuro Sempre Anunciado

  1. A Finlândia e os Jesuítas catalães, que isto de ver apenas exemplos de sucesso educativo num país protestante não fica bem a um professor de uma universidade católica.

    A entrevista tem partes com que concordo e outras que não me convencem, nomeadamente uns quantos chavões bonitos na teoria mas que na prática ainda falta pôr a funcionar.

    E realmente as “pesquisas” e o trabalho de projecto já andam a ser vendidos como solução novíssima e miraculosa há demasiado tempo.

    Análise completa: https://escolapt.wordpress.com/2016/01/25/a-escola-do-faz-de-conta/

    Gostar

  2. Eu não estou preparada para grandes rupturas. Sec XVII ou XXI tanto se me dá. Trabalhar por projetos é algo que faço há muito mas a organização da Escola da Ponte não quero. Gosto de ver que faço um trabalho na minha aula com continuidade na aula de História (caso dos projetos) apesar da colega nem disso ter noção. Gosto que o meu trabalho tenha continuidade no Secundário, gosto de saber o que o 2º ciclo faz. Ou seja, este fluxo de informação é importante, mas tudo dentro da minha sala. Há conceitos que têm de ser ensinados, há bases que têm de ser transmitidas, há dinâmicas de grupo que têm de acontecer, há cumplicidades que têm de ocorrer. Tudo isso se consegue dentro da sala. Esqueçam grupos de 75!!, quero é grupos pequenos a crescer e a evoluir. E o trabalho das várias disciplinas a contribuir para o aumento da capacidade de abstração e raciocínio. Nas escolas pequenas Vê-se esse crescimento e evolução. Quero melhorar e aprofundar esta dinâmicas de grupo, vê-las a funcionar com eficácia.

    Gostar

  3. Não sei se a escola da Ponte é o futuro mascsei que esta escola está condenada a curto medio.prazo se tanto..mas muito do que o azedo escreve é palha ardida faz tempo..no.meio existem alguma coisas interessantes..

    Gostar

  4. A escola terá de mudar porque os jovens são diferentes. Qual o modelo não sei ….e cada sociedade é particular….mas a sala de aula será diferente não tenhamos dúvidas.

    Gostar

  5. O meu maior cavalo de batalha em torno da Educação já há muito que é a questão do modelo de escola. Já tenho referido inúmeras vezes que o modelo que temos em vigor é ainda subsidiário do modelo fabril que vem da revolução industrial. Até aqui há uma coincidência de pontos de vista com JA.
    Mas já tenho dúvidas que ele retire de tal facto as devidas consequências. Ou que ele tenha em linha de conta a envolvência que as alterações que se impõem implicariam (designadamente a nível societal, como bem se assinala no post).
    Dúvida que é legitimada pelas soluções pífias, fofinhas e já demasiado batidas que ele propõe para ultrapassar os problemas que aquele modelo levanta.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.