Modelo de Virtudes

Anda muita gente indignada – e bem – com o confisco de bens dos refugiados levantinos que foi decretado pelo governo dinamarquês. Há quem nem sempre compreenda que certos padrões de vida de alguns países escandinavos se baseiam numa mentalidade que só à superfície é tolerante, pois a tolerância funciona apenas para o próprio grupo. Para compreender algum contexto da situação, a sério que recomendo um bom e recente romance policial.

Marco

Para a persistência de sentimentos xenófobos e mesmo racistas em relação aos habitantes inuit da Gronelândia, outro policial, mais antigo, que até tem tradução portuguesa e filme.

Smilla

 

2 thoughts on “Modelo de Virtudes

  1. Um colega nosso, que tentou outro modo de vida na Dinamarca, já desistiu e veio de lá a dizer coisas que não me deixam espantado com o que se tem lido e ouvido acerca daquelas paragens.
    Os paraísos terrestres…

    Gostar

  2. Antes que os bárbaros das peles fossem considerados civilizados já a Grécia e Roma, no Sul, davam cartas ao Mundo. Portugal também teve o sei papel globalizador. Seria bom que os ignaros atuais não se esquecem disso quando enchem a boca para falar do exemplo dos países protestantes do Norte da Europa. Tanta falta de cultura arrepia. Acho que os professores de História têm a sua quota parte de culpa…

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.