44 Acima, 91 Abaixo

Não me parece mal, embora muito disto não passe de propaganda de grupos de pressão com o disfarce de “estudo” de uma ONG, o que se torna cada vez mais comum. De qualquer modo, basta defenderem uma abordagem holística da Educação (desde que financiada pelo Estado) para eu ficar logo assim a modo que coiso e tal.

Pub3Fev16

3 thoughts on “44 Acima, 91 Abaixo

  1. Sim, no interior, as famílias têm cada vez mais oferta educativa… Ah, os cheques-ensino, pois, p’rá malta poder escolher uma escola à maneirex… Bardamerda!

    Gostar

  2. Aqui podem escolher: preferem a cidade com turmas de 30 e mais alunos e qualidade de vida inferior.
    Eu que via no caos da cidade escolhi uma aldeia/cidade pequena para viver e trabalhar e acho que a minha qualidade de vida melhorou. Mas diz isso aos operários que aqui vivem ou que nos chegam pela manhã da aldeia… e o que escolhem eles para os filhos? A cidade grande…a escola grande… a impessoalidade de número sem rosto. Pensam que os filhos assim estão melhores.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.