O Grande Pacto

Eduardo Marçal Grilo é coerente na sua postura de querer um pacto educativo nacional, destinado a permitir a continuidade de políticas educacionais para além dos mandatos educacionais. Defende isso há 20 anos, honra lhe seja feita.

Claro que podemos questionar sempre se os pactos não acabam por, em muitas matérias, existirem informalmente. Como existem sobre o modelo de gestão, a pulverização da rede escolar, o combate ao insucesso nas estatísticas. Excepção feita aos “exames da 4ª classe”.

Mas o que eu acho ser um erro é querer que esse pacto se faça apenas entre os protagonistas políticos, com ou sem a muleta de outros actores instrumentais (sejam sindicatos pacificados com verbas para formações dadas pelos seus quadros, organismos periféricos em representação das “escolas” com meia dúzia de directores ou confápes em defesa das “famílias”), mas nunca, por nunca ser, com quem tem a missão de implementar as reformas no terreno e quem deveria ser consultado a sério e mobilizado de forma positiva para o fazer: os professores.

Mas isto é apenas o meu corporativismo a falar, porque essas consultas são difíceis de operacionalizar (mais vale ir a escolas com base em solidariedades escutistas) e “democracia” é fazerem-se acordos de regime com o antónio e o pedro. Ou quaisquer outros no seu lugar. Que fariam os pactos enquanto os patos ficavam a ver tudo a passar.

Exp13Fev16b

Expresso, 13 de Fevereiro de 2016

 

3 thoughts on “O Grande Pacto

  1. Nos tempos da Benavente eramos consultados. Lembro-me bem de estar na escola a discutir a documentação. Porém, os nossos pareceres eram deitados ao lixo. mais valia fazerem meia dúzia de questões, referendarem-nas, e ver as %. Depois publicar os resultados.

    1. Consultas dessas… de pouco valem também. Ainda me lembro de ter ido a uma sessão de “doutrinação” de um enviado do ME a explicar o RAAG à ESE de Setúbal e também a forma como deveríamos dialogar com os alunos e tal, mas que se recusava ser interrompido para explicar fosse o que fosse.
      Vim-me embora.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.