A Obra da Não-Executiva

Maria Luís derrotada. Portugal condenado a pagar 1,8 mil milhões ao Santander

E lembremo-nos que a senhora esteve do lado da elaboração deste tipo de contratos enquanto gestora pública e depois do lado de quem os considerou abusivos. Brilhante (não) execução. Ainda acaba naquele friso de senador@s da República da TSF.

Alcatrao2

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.