Ainda os TêPêCês

porco de bibicleteHá temas que aparecem em “debate” de forma periódica na área da Educação, normalmente com o argumento de serem preocupações em prol do “interesse dos alunos”. A questão dos trabalhos de/para casa é um deles, uma espécie de boomerang que nos atinge na cabeça quando alguém com capacidade de marcar a agenda mediática exerce esse poder em combinação com alguns especialistas.

Eu gostava de repetir dois esclarecimentos: a) não sou grande fã dos tpc enquanto professor; b) há gente na classe docente que tem uma assinalável falta de bom senso.

Dito isto, gostaria de deixar aqui dois pensamentos:

  • Muitas vezes o apoio ao fim dos tpc vai a par de uma tendência para a crescente desresponsabilização e alheamento das “famílias” em relação ao desempenho dos seus filhos na escola, embora muitas delas depois reclamem “um maior papel nas escolas”; eu penso que podem começar por ter esse papel em casa com os seus educandos, que é o que eu faço enquanto encarregado de educação antes de ir chatear terceiros.
  • O desejo de que os trabalhos escolares sejam todos feitos na escola, usando como argumento o facto de ser isso que se faz em alguns colégios, comove-me muito, mas mesmo muito pouco. Lá porque há quem pague para não se chatear com a escolaridade dos filhos do que o tempo que leva a assinar uma autorização de débito directo ou a executar uma transferência interbancária (os cheques estão cada vez mais em desuso), isso não quer dizer que todos devamos seguir esse tipo de mau exemplo.

Quanto ao burnout da miudagem, concordo que existe mas passa por questões bem mais complexas relacionadas, por exemplo, com a gestão do currículo e dos tempos escolares. É curioso que, para recordarmos uma polémica não muito antiga,, quando se deu uma grande discussão em trono das “aulas de substituição” poucos tenham sido os que defenderam que os “furos” dos alunos podem ter um excelente efeito “terapêutico” em dias carregados de deveres. Apenas pensaram em carregar mais  Eu percebo… desde que seja para deixar as “famílias” em paz, tudo vale a pena.

2 thoughts on “Ainda os TêPêCês

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.