Doutores em Democracia

Sócrates, com aquele ar mesquinho e nada vingativo que o caracteriza, veio dar, através de uma entrevista domesticada a uma rádio, uma lição de democracia e legitimidade eleitoral aos pategos. Um jornal com memória, chamou-lhe à atenção para as incongruências contidas na sua própria atitude. Eis senão quando Passos Coelho, para aproveitar a bicada em Costa, salta em cima da coisa, aplaude Sócrates e desanca o jornal que, no seu editorial, tinha explicitado o direito de Sócrates a expressar-se, apenas parafraseando no seu título uma frase de Juan Carlos dirigida a Hugo Chávez (e que na altura Passos Coelho e os seus serviçais aplaudiram muito, por ser dirigida a quem era, apesar de chefe de Estado em exercício). Só faltou vir Relvas a terreiro dar uma lição de ciência política e relações com jornalistas. Até poderia aproveitar para explicar o pacto pré-eleitoral de 2011 em torno das habilitações do engenheiro e não só. O problema desta gente, doutorada em liberdades próprias e não alheias, é que tem memória curta (ou faz que tem),. coerência nula e uma completa ausência de pudor na cara. Espantado fico eu com esta malta que defende um jornalismo de eunucos e apenas de causas financeiras, à espera que a publicidade escorra até dar numa offshore.

Deviam era ler alguma coisa de quem era jornalista a sério (aproveitem que nas fnac estão vários volumes a 5 euritos e uma antologia enorme a menos de 8), com causas, humor, loucura e coragem suficiente para fazer enrubescer de vergonha quem apenas anda a dar a patinha aos dos (ou ex-).

Foto3011

One thought on “Doutores em Democracia

  1. Crítico implacável que fui, tanto de Sócrates como de Passos enquanto desgovernantes deste desgraçado país, e no entanto acho que o editorial não tem pés nem cabeça.

    Primeiro, não parafraseia o “porque no te callas?”, transforma a interrogação numa ordem, e se não se lhe dirigiam nesses termos quando o homem tinha poder, não lhes reconheço legitimidade para o fazerem agora.

    Segundo, Passos Coelho tem toda a razão: das acusações judiciais, Sócrates deve defender-se em tribunal, restando apenas que este faça a sua parte e deduza finalmente a acusação. Sobre política tem, como qualquer cidadão, todo o direito de opinar, e se há jornais atentos ao que diz é sinal de que ainda tem audiência.

    https://escolapt.wordpress.com/2016/04/24/o-publico-errou/

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.