A Tal Coisa da Diversidade

Reparemos de novo na distribuição dos alunos pelas várias vias alternativas de acordo com o tipo de ensino no último ano lectivo para o qual temos dados oficiais completos.

Alunos2014 AlunosSec2014Já repararam que nas escolas privadas com apoio do Estado há uma certa alergia no Ensino Básico a vocacionais, cef e pca? Então neste último caso, em 2013-14 existiam 18 alunos matriculados, o que equivale a uma única turma. Já no caso do Secundário, nas escolas públicas a via dita “regular” é seguida por apenas 61,2% dos alunos, enquanto nas escolas com contrato de associação são 76,6%.

Em matéria de diversidade estamos falados, assim como também me parece que quando se fala do risco de deixar de apoiar os mais carenciados é capaz de ficar alguma coisa por contar.

E agora vou parar um bocado com isto, porque me parece pouco útil tentar argumentar com alguns números não truncados contra adjectivações servidas por estatísticas manhosas.

 

 

6 thoughts on “A Tal Coisa da Diversidade

  1. Seu comuna de merda, há muito que esperavas por este ataque dos comunas às escolas com contratos de associação, não é, minha bosta vermelha! Se a tua escola pública fosse de qualidade não tinhas receio de competir com os colégios. Como comuna de merda que tu és o que tu queres é agravar o monopólio do Estado e obrigar os pais que rejeitam a escola estatal a pagar duas vezes pela educação dos filhos para, dessa forma, alimentarem os parasitas como tu.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.