Assimetrias

No norte da Europa, muito do progresso precoce da escolarização, ao nível da leitura mas não só, foi conseguido a partir da pressão das igrejas reformadas para que as populações acedessem directamente aos textos sagrados, combatendo o monopólio do latim que os sacerdotes católicos mantiveram até ao Vaticano II. Ao contrário do que alguns nos querem fazer acreditar, muito do nosso atraso cultural e educativo deve-se a uma concepção exclusivista do acesso à leitura e ao conhecimento praticado pelo clero português, à imagem do que se passou longamente no sul da Europa. Quando leio encómios enormes à acção educativa de algumas instituições eclesiásticas – não querendo retirar o mérito a muitas – não consigo deixar de sorrir perante a distorção consciente da História. Porque se fizermos um mapa da expansão da alfabetização e da literacia, ela acompanha de forma bastante fiel a fronteira entre o catolicismo e o protestantismo. Sendo que a data das leis relativas à obrigatoriedade da escolarização não são determinantes.

Isto é uma espécie de bêábá da História da Educação na Europa, sem nada de ideológico mas sim de factual, mas infelizmente há gente que andou à escola, mas nem o abecedário completo deve ter aprendido.

SoysalStrang

Fonte: Soysal e Strang, 1989.

2 thoughts on “Assimetrias

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.