Não Diria Melhor

Mesmo se o queirozezeze depois incline a coisa só para o lado dos sindicatos, omitindo o poder de influência do seu lobby que muito poder ganhou nos últimos 15 anos, tendo sido um certo mandato curto muito importante para instalar as sementes que floresceram entre 2011 e 2015. O que ele descreve em termos teóricos foi a linha orientadora da estratégia de sucesso de um grupo de pressão junto do ME(C) nos últimos anos. Não é por acaso que o Estatuto em causa e os seus fundamentos sejam tão bem descritos e com tanto gosto, pois são em muito obra dos regulados e não propriamente do teórico regulador que quase só assinou.

Quanto à captura do sistema por alguns dos seus agentes, este fenómeno corresponde à capacidade dos regulados em influenciar a regulação em seu favor, isto é, por força da sua capacidade de influenciar o regulador, os regulados conseguem que aquele crie normas que lhes são favoráveis independentemente do seu valor para os beneficiários da regulação. No caso da educação em Portugal, a capacidade de influência dos regulados encontra especial respaldo legal, na medida em que o Estado se encontra obrigado a negociar com os sindicatos da educação as condições de trabalho no sector. Passar das condições de trabalho para a regulação do sector em geral foi só questão de influência.

Livros

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.