One thought on “Verão

  1. Quando era jovem achava que podia viver numa ilha isolada só com os meus livros. Não precisava de ninguém. Depois fui viver e dar-me com outras pessoas. Agora que sou avó, começo a pensar que preciso de muto pouca gente. Basta-me ler e, novamente, ter à minha disposição todos os grandes sentimentos, aqueles que enchem a alma . O espirito alimenta-se assim. Das pessoas que me rodeiam apenas quero o toque. Nem precisam dizer nada, nem ter grandes rasgos de génio, nem grandes realizações, nem serem muito bonitos, nem nada. Basta que saibam abraçar.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.