7 thoughts on “O Rosto da Vitória

  1. O Emplastro representa na perfeição os fanáticos do futebol: acéfalos, acríticos, alienados por um grupo de imbecis a pontapear uma bola que nunca lhes fez mal nenhum…Triste país este, tristes gentes que com tão pouco se esquecem da Realidade.

    1. A realidade do Schaüble ameaçador, do Relvas destituído do grau de licenciado, das Repartições de Finanças abertas à hora do almoço ou das dietas da Cristina Ferreira?
      Os imbecis estão por todo o lado e alguns nem honras de Emplastros merecem!

      1. Sim, isso tudo e muito mais. Gostemos ou não, a Realidade É a Realidade. E é a Realidade que faz a nossa vida, as coisas boas e as más.
        Futebois e Fátimas e tretas assim não passam de historietas contadas aos palermas deste mundo.

      1. Pois. E tenho ainda as minhas opiniões, de que não abdico. Posso até ser o único no planeta, mas continuarei a achar o futebol como uma forma de alienação e de desviar as atenções do que realmente importa. E a religião. E 99% do que passa nas televisões. E nos jornais.
        Há que ter espírito crítico. Ou então abdica-se de ser professor e relvanizamo-nos todos.

  2. jmc,

    Utilizar o futebol …” como uma forma de alienação ” …é outra questão/ assunto ; já muito “batida”.
    Só que nada tem a ver, com a essência do futebol / jogo em si.
    O verdadeiro jogo ,só pode/deve ser educativo a vários níveis ,e deve contribuir para contrariar essa alienação por ti referida.
    É pois, o oposto da tua definição do futebol . …”” um grupo de imbecis a pontapear uma bola que não lhes fez mal nenhum ” …

    …” relvanizamo-nos todos “… ?

    Aposto :

    O Relvas não sabe / nunca deu um pontapé na ” chincha “. Incapaz de pontapear uma “chincha” que não lhe fez mal nenhum.

    Abraço

    1. É a diferença de opiniões ( e a capacidade de argumentar em defesa das mesmas) que faz a riqueza/pluralidade da escola pública e dos seus professores. Quanto mais diferentes, melhor. Ao contrário de uns que para aí andam e vestem todos da mesma cor e usam os mesmos argumentos uns dos outros.
      Quanto ao futebol: eu respeito os outros e acho até que cada qual usa a alienação que bem entender. O que me cansa nisto da selecção são os exageros, as notícias que afastaram qualquer outro assunto, como se nada mais existisse, o repetir até à exaustão, com gritos histéricos, aquilo que os jogadores comem, os passeios que dão, o que disseram (sempre o mesmo, ainda falavam da cassete do Cunhal…). É o exagero que me cansa. Prefiro outros modos de alienação, que não imponho a ninguém. Mas a mim é-me imposta a selecção para onde quer que vá.
      Um abraço e boas férias, colega
      jmc

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.