Liberdades

Um livro muito interessante, mesmo para quem não partilhe todas as consequências das posições do autor sobre o próprio direito ao discurso do ódio e ao “trollismo”. Porque é bem verdade que os punhos de renda são a regra quando se chega ao momento de colocar os nomes concretos a quem andou a comprar panamás e depois não gostam que se lhes aponte o dedo. Entre outras estratégias, a velha história de criticarem as acusações “em geral”, mas depois demonizarem quem coloca o nome aos donos dos chifres.

Esta edição, concisa, tem tudo o que interessa e custa menos, tão menos, do que a edição nacional, quase monumental, feita para malta com carteiras muito recheadas (quase 20 euros, enquanto este custou 2,5 libras, mais envio, o que dá bem menos de metade do preço).

Foto3115Pessoalmente, nada contra a expressão de todo o tipo de opinião, excepto mesmo quando se trata de não-opiniões de parasitas que querem o nosso espaço porque não conseguem um visível para si. Não se trata sequer bem de trolls, mas de malta que nada tem a dizer, apenas gosta de chatear o próximo, pelo que o vazio deve pertencer ao vazio.

3 thoughts on “Liberdades

  1. Uma expressão inglesa diz que “opinions is like assholes: everybody got one.” O problema é quando determinadas opiniões são transformadas em ações…

    Gostar

Deixe uma Resposta para mario silva Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.