Munique

Ninguém está livre, seja onde for, que um qualquer maluco atire com um camião contra uma multidão, desate aos tiros ou facadas num centro comercial ou num transporte público e isso seja depois usado, de diferentes formas, para efeitos políticos. O terrorismo é tanto isso quanto a desconfiança que se instala e acaba por nos imobilizar com o medo que também nos possa a acontecer a nós. Com motivações ideológicas ou outras, estes são sempre actos de gente desequilibrada, desajustada e profundamente infeliz, que aproveita um pretexto para replicar a estupidez. Há formas de minorar estes fenómenos, mas nunca desaparecerão. Em alguns momentos, consideram-se apenas crimes comuns. Por causa do espírito deste tempo, parecemos estar a voltar aos anos de chumbo da década de 70 na Europa. O preço a pagar por uma menor sensação de insegurança é prescindir de algumas liberdades, mas nada do que se passou nos últimos dias nasceu (tirando a Turquia) de grandes conspirações, que se pudessem facilmente prever ou prevenir através de um maior trabalho policial. O meu maior problema é a erdoganização soft de toda a Europa.

Jesuis

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.