Domingo, 31 de Julho

Dia de arrumações e reciclagem de papel, porque férias mesmo só a partir da próxima semana. Ao reencontrar alguns jornais com opiniões ou artigos meus desde 2008 reparei como pouca coisa mudou, como um tipo, mais coisa, menos coisa, anda a bater com a cabeça nas paredes há anos, para nada ou para muito pouco. Pelo que já se vai percebendo, as condições de trabalho nas escolas não vão melhorar em 2016-17 e penso mesmo que em algumas situações piorarão. O congelamento na carreira vai fazer um total de 8 anos nos últimos 11, sendo que já vamos em meia dúzia seguida, sem grandes espinhas ou dramatizações. A “agenda de lutas” continua a fazer-se de encenações e tudo está calmo em quase todas as frentes. por isso, em Agosto, passarei por este quintal apenas o essencial para não deixar secar as hortaliças ou quando algum transeunte mais ousado tentar saltar a cerca mais do que o aceitável.

Fiquem bem, fiquem à sombra, bebam muita água (ou outras coisas refrescantes) e não se deixem enganar pelos aspirantes indígenas a trump@.

rega-7