Domingo, 31 de Julho

Dia de arrumações e reciclagem de papel, porque férias mesmo só a partir da próxima semana. Ao reencontrar alguns jornais com opiniões ou artigos meus desde 2008 reparei como pouca coisa mudou, como um tipo, mais coisa, menos coisa, anda a bater com a cabeça nas paredes há anos, para nada ou para muito pouco. Pelo que já se vai percebendo, as condições de trabalho nas escolas não vão melhorar em 2016-17 e penso mesmo que em algumas situações piorarão. O congelamento na carreira vai fazer um total de 8 anos nos últimos 11, sendo que já vamos em meia dúzia seguida, sem grandes espinhas ou dramatizações. A “agenda de lutas” continua a fazer-se de encenações e tudo está calmo em quase todas as frentes. por isso, em Agosto, passarei por este quintal apenas o essencial para não deixar secar as hortaliças ou quando algum transeunte mais ousado tentar saltar a cerca mais do que o aceitável.

Fiquem bem, fiquem à sombra, bebam muita água (ou outras coisas refrescantes) e não se deixem enganar pelos aspirantes indígenas a trump@.

rega-7

7 thoughts on “Domingo, 31 de Julho

  1. A Agenda de Lutas também vai de férias. É tudo uma treta. Nunca vi tal. Ou seja, na minha opinião, tudo mudou imenso. Para um PIOR de dimensão mais assustadora do que as perseguições ou represálias ou ameaças já vistas e sentidas na altura ‘quente’ da Sinistra. Em Outubro, fará 10 anos aquela manifestação no dia do Professor, primeira da minha vida. A dos 25 mil. A das belas fotos, coloridas, graças aos sindicatos. O início de um processo de crença numa mudança efectiva. Mal ou bem, de corpo e alma. Tanto, tanto aconteceu. E o NADA que sinto nas pessoas, nas suas atitudes, quando necessárias, dói. Portanto, as coisas estão muito piores e não me baseio no que sinto. O panorama é negro.
    Não tenho escrito, não pensei escrever. Mas depois de um período longo de aprendizagem, mudança e maturação, decidi que não vale a pena tentar ser como a maioria das pessoas que conheço e com quem me dou, bem ou mal. Com todo o respeito, porque algumas delas são de um valor inestimável, pessoal e profissional. Mas, cada um com a sua natureza, ou algo correrá mal, pior. Assim sendo, não me apetece continuar calada.

    Já me estiquei.

    Boas férias, Paulo! Para ti e família 🙂 E era esse o propósito inicial.

    Até breve,
    M.

    Gostar

  2. Descansa que o corpo já se vai ressentindo da idade e a mente das frustrações. Assim me sinto eu, cansada, sem vontade de sonhar com o próximo ano, sem pensar em concluir este. Que as férias nos aborreçam o suficiente para querer recomeçar.

    Gostar

  3. tudo calmo?! Não, submisso!…
    o pior já está a surgir: horário-zero a crescer como cogumelos, até nas disciplinas de formação geral, que por natureza englobam todas as turmas do agrupamento (Mat, Port, Ed.F). Agora imagine-se o panorama nas outras áreas disciplinares…
    E o tsunami virá nos próximos 4-5 anos, com a demografia a atingir o 3º ciclo e secundário…
    Mas a CE/Eurogrupo/BCE/Alemanha estão felizes e otimistas…

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.