Que Jornalismo?

Neste quintal não é nada habitual cultivo alheio, mas há sempre excepções e esta justifica-se.

Não compro o “Correio da Manhã”. Mas leio-lhe, quando me aparecem, os títulos na internet ou nas bancas e estou minimamente atento à sua política editorial e não deixo de considerar esta doentiamente asquerosa, oportunista e cobarde, porque lança a pedra, mas esconde a mão. E deve haver muita gente que gosta desse estilo a fazer fé nas sondagens.

O que eu não aceito, mas sou impotente para um duelo à moda antiga, é que um gajo qualquer ou mais gajos ou um diretor parvo ou quem quer que seja, queira vender mais jornais à minha custa através de títulos falsos, de afirmações não comprovadas (já não há ética e deontologia?!) e nunca ou raramente desmentidas:

O título é: Editoras seduzem docentes com prendas, Editoras oferecem iPad e máquinas fotográficas para convencer docentes a adotar manual.

Que editoras são? Eu fartei-me de proclamar alegremente que escolhia democraticamente o manual da editora que me oferecesse uma sonhada viagem às Seychelles!!! Mas nada! Que desilusão! Fui a muitas sessões de apresentação de manuais e confesso que não me apercebi de iPads e de máquinas fotográficas, mas fui a correr às muitas caixas e sacos que as editoras me deram (e que eu ainda tinha) à procura da prova da minha corrupção. Nada. Bem, o meu gato, o Bonny, andava todo lavadinho. Desconfio que foi ele quem me desviou a máquina fotográfica para usar numas intimidades com a Mimi, a gata da vizinha do lado.

É verdade que fui a várias sessões de apresentação de manuais do 5º ano. É verdade que comi umas bolachinhas e tomei café. Ou um sumo derivado de concentrado. Mas também é verdade que gastei gasolina para me deslocar a essas sessões (não as houve na minha cidade). Mas também é verdade que ainda hoje padeço de dores num pulso por excesso de carga dos artigos corruptores.

O “Correio da Manhã” não irá publicar esta minha opinião. Mas se quiser que eu vá a um daqueles debates da CMTV em que a substância demora duas horas a ser mastigada, eu vou. Com despesas pagas, claro. E se puderem a tal viagenzinha às Seychelles…

José Fernandes (Barcelos)

batmannthink

2 thoughts on “Que Jornalismo?

  1. mas podiam publicar a chantagem que a Porto Editora faz às escolas ao exigir em troca da venda de tablets aos alunos a preço mais baixo, a adoção dos manuais em todos os niveis de ensino, sem um vislumbre de contrapartida material para os profs (que têm de pagar os tablets ao preço de marcado, se os quiserem…). O resultado será a médio prazo a escola só ter manuais da Porto Editora em todos os anos de escolaridade…
    E a cedência das escolas que perspetivam captação de alunos com esse engodo…

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.