Muito In

Comentava há pouco uma colega o quanto é interessante dar-se aulas numa zona in, com elevado interesse mediático, pois perto da hora de almoço, ali a uns 500 metros ou pouco mais, um cidadão decidiu receber uma intimação judicial à machadada, tendo acabado defunto após reacção policial, acabando tudo servido com prolongada cobertura pela CMTV do aparato nos dois amplos ecrãs do restaurante onde fomos almoçar no período inter-reuniões.

hatchet-in-hand

Prioridades

Na 2ª feira perguntavam-me o que é necessário para que os critérios pedagógicos prevaleçam na organização do trabalho das escolas em relação aos administrativos. Respondi, no essencial, que isso só poderá acontecer quando existir da parte da tutela confiança na capacidade dos professores e escolas se organizarem a si mesm@s e quando deixar de ser dominante a mentalidade da contabilização do serviço ao minuto em nome da pseudo-eficácia financeira. Porque o excesso de poupança, em busca da melhor utilização do tostão, acaba por tornar-se progressivamente disfuncional ao sobrepor-se a todos os restantes critérios.

Patinhas