“Escolas”?

Serão as “escolas” ou serão os próprios directores a não quererem deixar de o ser? Alguém fez alguma consulta aos mexilhõezecos? Ou não contamos mesmo para nadas? Claro que os que mandam não querem deixar de mandar, salvo raras e lúcidas excepções.

Compreendo este apego ao poder unipessoal por parte de quem o tem, mas nada de confundir menos de 1% dos que já são pouco professores com o resto. A sério, Filinto, evita esse caminho porque são muito poucos, fora de certos ambientes cortesãos, os que apoiam o modelo único do director-sol. Mesmo se sabem que têm as costas quentes da tutela que agora a hierarquia da obediência.

reisol

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.