Ainda os Concursos para 2017

Há uma evidente contradição entre o grupo de recrutamento em que o Estado vai precisar necessariamente (quer-se dizer… nunca se sabe…) de alargar os quadros (pré-escolar) e aqueles em que há gente com maior tempo de serviço acumulado (ver os cálculos do Arlindo aqui, mas também aqui). Resta saber como tudo isto vai ser implementado, porque as regras gerais são uma coisa gira de negociar, mas muito mais importante é perceber como serão aplicadas no concreto, grupo a grupo, qzp a qzp, escola e agrupamento a escola e agrupamento.

If you know what I mean…

Repito que isto não é uma teoria da conspiração, apenas uma dúvida sobre a forma como se vinculam de forma extraordinária uns e se deixam outros na fileira dos ordinários, salvo seja.

nudge-nudge-monty-python-500x345

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.