Escolhas

Explicava há dias a Reforma Protestante e a diferença entre as teorias do livre arbítrio, salvação pela fé e predestinação e como todas acabam por ter legitimação bíblica, tudo dependendo da interpretação que se fizer desta ou daquela passagem e das suas implicações. Que a escolha acaba por ser tomada não com base numa fundamentação apenas racional, mas numa base de pura crença ou fé. É o mesmo com tanta outra coisa que desperta as maiores paixões e anátemas. Mesmo guerras. Mais ou menos globais. Nem vale a pena falar de política ou futebol. Quanto mais de coisas mais quotidianas como pedagogias, metodologias e outras coisas igualmente dogmáticas, conforme o sofista de serviço.

mister-ed-o

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s