Reciprocidade

Se os professores do ensino privado podem concorrer em igualdade com os do ensino público para a rede pública, então quero concursos públicos, em igualdade de circunstâncias, para concorrer para a rede privada.

Como da outra vez, cheira-me aqui a que alguém precisa de passar pelo buraco da agulha, nem que seja com um normativo feito à medida do 3018º lugar numa lista de 3019. Ou lá quantos forem.

gambuzinos

Anúncios

6 thoughts on “Reciprocidade

  1. É uma questão que já há muito defendo: há dinheiros público envolvidos, então essas encapotadas PPP devem seguir as regras do público… mas mesmo em tudo. Creio que iria alterar muita coisa e muito filho de algo ver-se-ia, enfim…

    1. Estimado colega, sempre li com muito respeito todos os seus comentários, dos quais saliento uma enorme coragem e frontalidade. Contudo, quanto à reciprocidade, e ao assunto que lhe está apenso, vislumbrei alguma desinformação (que não lhe é habitual) na sua abordagem pois que só se vêem as vantagens e nunca as desvantagens das diferentes carreiras em questão. Primeiro, e antes de mais, o acesso ao emprego público deve ser igual para todos, não importando a quem, tendo como suporte a própria CRP e uma lei (Nº35/2014). Quanto ao acesso ao emprego no sector privado também existem regras, que não são propriamente as do paraíso de que tanto se tem apregoado. Mas, e voltando ao que me levou a escrever, tenho a ressalvar o seguinte: Então eu também quero reciprocidade caso (estando efectiva) tenha apenas seis horas de horário lectivo: quero que me paguem o salário completo; quero que me contem o tempo de serviço por inteiro; não quero que leve à extinção do meu posto de trabalho; não quero que me obriguem a concorrer sem que possa levar uma justa indemnização (sim porque até os contratados no sector público tem direito à caducidade do contrato). Pois, porque afinal uma norma transitória com a vigência de um ano para concorrer em segunda prioridade vai dar jeito a alguém, resta saber a quem, pois aos professores com mais de vinte anos “de casa” não será certamente caso tenham que tomar uma decisão onde só há uma escolha possível…
      Respeitosos cumprimentos

  2. Eu discordo respeitosamente que discordemos no essencial.
    Para mim não há “igualdade” quando alguém acumulou tempo de serviço num sistema de nomeações fechadas e quer que isso seja equiparado a concursos públicos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s