Pós-Verdade Educacional

Na área da Educação já tínhamos despertado há muito . quase uma década – para esse fenómeno de desvinculação progressiva entre as palavras que são ditas e o seu significado. Em Fevereiro de 2008 fiz as primeiras vinhetas sobre o significado para a equipa ministerial da altura (e seus prosélitos) de termos ou expressões como abandono escolar ou absentismo, Mais recentemente, já aqui por este quintal, após uma introdução teórica, voltei à letra A para tratar os novos significados de aferição, alunos e autonomia, passando depois às letras C (criatividade, capacitar), E (estabilidade), I (inclusãoinovação), M (metas), P (paradigma) ou T (transversalidade), para referir apenas os verbetes que me ocorrem de momento a respeito da pós-verdade educacional em Portugal. Porque há muito mais.

Diario

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s