Excitações

O livro do Valter Hugo Mãe que dizem ter sido lapso informático do PNL (alguém acredita em tão pífia desculpa?) é quase um menino de coro perante letras cantaroladas todos os dias, via Cidade ou Orbital, da Ariana Grande, da Hailee Steinfeld, da Nicki Minaj ou de outras jovens moçoilas com o sangue bem na guelra. Se uma coisa justifica outra? Nada disso. Apenas faço um reparo.

Vi e Ouvi

Uma deputada do PSD, prestes a fazer 37 anos e já coberta com lugares na administração pública local e regional, a perorar contra os rácios de entradas na administração pública a propósito dos precários. Alguém nos sabe dizer quando e como a senhora acedeu aos ditos cargos e com base em que rácios? Quanto tempo esteve à espera de passar a directora de um centro de emprego? Ou é apenas mais um caso de duplo padrão?

cbarros

Eutanásia

Ou morte medicamente assistida por vontade do paciente. Sou pessoalmente favorável com apenas duas ressalvas práticas em relação à sua implementação:

  • Os cuidados palitativos precisam de existir de uma forma efectiva nos hospitais portugueses mas igualmente ao domicílio, se é que queremos faltar em dignidade da vida humana até ao fim.
  • A decisão final deve ser feita através de um referendo (mesmo se a prática já existe, de modo mais ou menos encoberto, só podendo ir ser negado por alguém muito ignorante ou hipócrita).

Avestruz