No Fundo, Concordo!

Mas como se faz isso num sistema em que a lógica é o da hierarquia, nomeação, obediência, controlo sobre quem deve desenvolver essas competências nos alunos?

Sim, eu sei que é possível, mas é manobrando nas entrelinhas e nos limites dos normativos.

A reprodução de conteúdos e matérias está a perder importância. Aquilo que é fácil de ensinar é também fácil de transmitir através da programação e da automação. O ensino não se pode limitar à transmissão do conhecimento académico. Tem de se focar nas competências do ser humano, que permitam à educação continuar à frente dos desenvolvimentos sociais e tecnológicos. Perseverança, resiliência, consciência, ética, coragem, liderança são características que devem ser trabalhadas na escola.

O homem diz o que é evidente. Parece é desconhecer o concreto por cá, em que estas coisas se fazem contra toda a lógica quotidiana do sistema em que a ética só existe como imperativo pessoal e toda e qualquer prática não conformista é apontada a dedo por todos os que ruminam as grelhas e a minutagem do horário alheio.

Já a perseverança e resiliência são mais fáceis de demonstrar…

HisMastersVoice

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s