Pelas Escolas – Mário Silva

Não tendo surgido informações publicadas sobre um procedimento que está a ocorrer em vários agrupamentos de escolas para implementação obrigatória de supervisão pedagógica (vulgo, observação de aulas) a todos os professores da escola, informo que existem vários agrupamentos escolares cujas direcções estão a invocar a obrigatoriedade de supervisão pedagógica entre pares, com títulos pomposos que disfarçam a intenção, mas que nitidamente se operacionalizam como observação de aulas: selecção de conjuntos de professores que durante o ano vão observar aulas mutuamente. O processo ocorre sem quaisquer atribuição de horas letivas ou não letivas e sem respeitar o Decreto 26/2012, sendo inicialmente proposto em regime de voluntariado, mas existindo a natural exigência de enquadramento legal por parte dos profissionais, invoca-se uma suposta exigência da IGE como medida de melhoria de resultados na avaliação externa das escolas (por exemplo, transcrevo uma comunicação interna sobre um projeto chamado “Colaborar para aprender”, nome dado ao processo de supervisão mútua de professores, com observação de aulas:Informa-se que todas as atividades e metas estabelecidas são para cumprir. Uma vez validadas pelos órgãos de gestão do Agrupamento, são de cumprimento obrigatório. A Inspeção Geral da Educação encontra-se a efetuar ações de acompanhamento”).
.
Estando definida legalmente a avaliação de desempenho e respetiva obrigatoriedade de observação de aulas, este processo subrepticio que se instalou nas escolas é uma forma encapotada de exercer uma avaliação de desempenho sem alteração legislativa, sem respeitar o cumprimento do decreto 26/2012 e sem ouvir legalmente as partes interessadas nessa suposta vontade de alteração. Torna-se mais lamentável este processo quando são também professores a tentar implementá-lo desta forma…
.
Este aviso é para alertar para este tipo de acções que estão a acontecer, e informar os docentes de que esse procedimento não pode ser considerado obrigatório só porque a “IGE está a acompanhar” mas tem de ser enquadrado na legislação em vigor.
 
Com os melhores cumprimentos,
.
Mário Silva
F3.ChapeusHaMuitos
Advertisements

8 thoughts on “Pelas Escolas – Mário Silva

  1. Umas escolas fazem isto, outras, como a minha, passam totalmente ao lado desta palhaçada.
    Mas não vivemos todos no mesmo país? Não trabalhamos todos nas escolas públicas, tuteladas pelo mesmo Ministério? Porque são as regras diferentes consoante os caprichos de cada dita…perdão, Director?

  2. A minha escola é uma das contempladas pela acção da IGEC visando a “melhoria das práticas lectivas”, o que inclui as tais aulas assistidas.
    O que nos foi dito foi que todos os professores teriam que durante este ano lectivo assistir e ter uma aula assistida, não obrigatoriamente na mesma área disciplinar, com o objectivo de identificar as “boas práticas lectivas”, devendo para isso, naturalmente, registar as suas observações numas grelhas.
    Quando os elementos da IGEC foram questionados sobre as grelhas, responderam que teria de ser a escola a elaborá-las e que fossem à internet que lá encontrariam muito material.
    Só que… todo o material encontrado foi de grelhas de observação para aulas assistidas nos estágios pedagógicos ou para a avaliação de professores em tempos mais recentes, completamente desadequadas para os objectivos desta acção, que nos disseram não ser o de avaliar os professores mas tão só o de detectar as tais “boas práticas”. Foram por isso realizadas reuniões a nível dos grupos disciplinares para elaborarem propostas para a construção das tais grelhas e as propostas foram enviadas aos respectivos coordenadores de departamento, para posterior aprovação em C.P. Até agora ainda não foi aprovado nada…
    Perante o ridículo da “coisa”, as opiniões oscilam entre o boicote e o completo abandalhamento de toda esta fantochada.

  3. Uma verdadeira palhaçada! O que acontece, em muitos agrupamentos, não é nada do que se pretende com a supervisão pedagógica… Normalmente há uns quantos, de regra próximos da direcção, que avaliam colegas, de modo encapotado… Isto serve, em muitos lados, como forma de pressão… Proponho que os senhores directores sejam os primeiros a serem supervisionados e haja um painel, de canetinha em punho, a apontar-lhe as máculas pedagógicas…

    1. Se os Directores fossem avaliados e daí se extraíssem as necessárias consequências, mais de metade das escolas ficaria sem direcção.
      Pelo que conheço, é precisamente nas direcções que se concentra a maior fatia da boçalidade e incompetência, do autoritarismo a ocultar falhas em sectores graves…do compadrio, do comércio de favores; enfim, do pior que possamos imaginar. Não há professor que não conheça histórias dessas.
      Claro que há excepções; mas são isso: excepções.

  4. O que eu gostaria era ver diretores e outros afins darem umas aulinhas nao expositivas, aplicando a pedagogia diferenciada a pelo menos 28 alunos com alguns nees , e terem uma taxa de sucesso de quase 100%…a ports da sala estaria aberta pois todos sabemos as virtualidades do trabalho colaborativo…Para além disso,os mais iluminados devem partilhar a sua sabedoria con os menos iluminados…só assim podemos resolver a preguiça, a distraçao dos nossos alunos…porque temos de acreditar que é a nossa estratégia que resolve todos estes probleminhas..Toca a trabalhar que vamos lá..Faltariam também unas grelhazinhas e umas folhas de excel para completar esta apoteose educativa….

  5. Pela minha escola chamam-lhe “aulas partilhadas” e querem que quem não concorde peça escusa.
    Já há colegas que se prontificaram a fazer grelhas de observação…

  6. o cúmulo da incoerência é que alguns profs que assinaram moções em 2008 contra a ADD, nomeadamente o modelo de observação de aulas, agora estão a apoiar esta ‘melhoria de práticas letivas’, mas curiosamente nunca solicitaram observação de aulas ao abrigo da ADD…
    não preciso de observação mas de coadjuvância e esta não dão ‘por falta de horas’ mas arranja-se horas para ‘observação’…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s