Metadados

Bom dia, que tal a imagem de um pequeno almoço, tirada com o meu arcaico tm, não esperto?

Foto3116

Que vos diz? Que eu sou guloso? Que gosto de um pouco de cafeína e açúcar pela manhã, para me fazer disparar alguma experteza (antes que me avisem escrevi assim de propósito)?

Errado! Ou melhor, é certo aquilo tudo, mas esta imagem diz-vos muito mais coisas e, desde que eu queira aqui partilhá-la, não posso evitar que ela vos diga que comi um belo ninho a acompanhar o meu café mexido com pau de canela pelas 9.26 da manhã. Que tinha um tm Samsung de velhíssima geração comigo, que ele não tira fotos com grande definição, mas que já foram mais de 3000 as que captei com os seus préstimos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Como o meu tm é do tempo do granito como o dono, não tendo gps incorporado, não vos diz onde eu tirei a foto, apenas quando, com que câmara e definições, onde a armazenei, etc, etc. Mas a grande maioria das fotos que andam por aí dizem-me até se a pessoa tirou mesmo a foto onde diz que tirou ou se foi colhida na net ou se foi em outra altura ou se nunca esteve em Veneza, embora pareça que sim.

Infelizmente, a maioria das pessoas é realmente info-excluída e isso pode medir-se pela intensidade e regularidade de comentários nas redes sociais, não negando eu que é muito visível mesmo em grupos de professores, onde se pode constatar que se considera que ter um perfil cheio de coisinhas na dita rede social é sinal de adesão às novas tecnologias e domínio do digital.

Também não adianta ter um zingarelho de última geração, cheio de apps da última fornada, pois isso só me ajudaria (caso tivesse a paciência) para saber mais sobre quem se exibe em todo o seu esplendor na insegurança digital.

Portanto, por favor, quando arranjarem explicações sobre a forma como produziram imagens ou documentos, não façam figuras tristes. Porque se eu, um tipo de História que pouco recorre sequer a ferramentas da net e nem sabe encriptar o mal a menos que exista um botão para o efeito, consegue saber todas estas coisas, é porque é realmente fácil, muito fácil. E qualquer pessoa como eu poderá perceber que nem sequer tenho um computador registado em meu nome com grandes capacidades de tratamento de imagem.

Anúncios

3 thoughts on “Metadados

  1. Já me ri. O seguinte comentário era aqui e não no outro post: “Para que leias mesmo, escrevi assim no facebook: “É a primeira imagem gastronómica com algum sentido. Mas como o dia ainda não acabou…””

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s