Silêncio

Nem sempre lhe é dado o devido valor. Nem sempre é compreendida a sua falta por parte das pessoas que não entendem o que é passar horas no meio do reboliço sonoro. Uma vantagem de se escrever é que o processo é silencioso e quem não quer ler tem solução fácil. Já deixar de ouvir quem fala por tudo e nada é mais complicado. Andar de dedos nos ouvidos ou com auriculares a fingir que se está a ouvir música não é vida e faz impressão. Há quem tenha medo da ausência de ruído como se esse fosse sinal de vazio. Por vezes, o silêncio impede caridosamente que contactemos com o vazio ruidoso. Como aquelas pessoas que nas filas abanam os chaveiros para fazer uma espécie de prova de vida. Há quem pareça só se sentir bem a produzir qualquer forma de manifestação sonora e tanto mais quanto revelam qualquer falta de sensibilidade para o cansaço alheio em relação à inconsequência de abrir a boca para pouco mais do que nada ou ainda pior.

Não estou a falar apenas de notícias ou comentadores televisivos. Mas também.

Megafone

Anúncios

One thought on “Silêncio

  1. Por isso, nas escolas, é tão relaxante passar os 10/15 minutos de intervalo cá fora, longe dos ruídos quer de alun@s quer de professor@s!! Ouvem-se os passarinhos, olha-se para o céu azul e sentem-se os pingos da chuva… Há lá coisa melhor para recarregar baterias? Pelo menos, em zonas mais rurais ou periféricas…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s