As Vozes do Povo

Tem alguma graça ver o espanto que por cá se faz por parte da nossa comunidade imigrante em França (emigrantes são em relação a Portugal, ok?) ser apoiante da candidata Le Pen. É mesmo desconhecer muitas daquelas pessoas, das suas motivações e medos. Não estou a afirmar que estão certos ou que concordo. Apenas que ainda me resta algumj espanto acerca da total ficção em que vivem certas cabeças quanto ao que o “povo” é, pensa ou sente. O “povo”, em especial quando vamos além destas evocações inorgânicas como entidade mítica, por si e em si mesmo não é bom ou mau… é um grupo social heterogéneo, com muita gente (imensa) por lá. Muita dela inteligente, ponderada; mas muita outra estúpida, preconceituosa, xenófoba. Querer fazer-nos acreditar que o povo é “um” e que nele só residem virtudes é um desastre analítico e o resultado de uma sociologia política de terceira divisão dos campeonatos regionais da Parvaleja de Cima.

ze-google

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s