O Regresso à Luta!

Li hoje no Correio da Manhã (que considero a fonte mediática mais fiável, sem qualquer pingo de ironia, quanto ao que o nosso Super-Mário pretende fazer passar da sua mensagem ao povo) que os professores estão quase-quase-quase para voltar a fazer uma daquelas greves e tanto, com que a Fenprof (de forma bissexta com o apoio da FNE) costuma brindar os ME. No DN leio que o ministro tem 9 dias para se livrar da ira e do sarilho. As causas para tal são para mim mais do que legítimas e quando fala nelas (por exemplo, o longuíssimo congelamento da carreira, a necessidade de um regime específico de aposentação, já que temos um desse tipo em matéria de vinculação), em longa entrevista ao jornal digital Eco, o Super M até parece sentir como suas as dores que outros deveras sentem.

O meu problema é a lembrança de que, mais ou menos a cada lustro, temos um luta de sucesso que acaba com uma mão cheia de nada sob a batuta de grandes lutadores profissionais que não sabem o que é o quotidiano escolar. Em 2008, um mês depois de uma manifestação que depois o país em estado de espanto, tivemos o memoriando do entendimento com Maria de Lurdes Rodrigues. Em 2013, quando uma manifestação às avaliações estava a produzir mossa, fez-se um acordo cheio de pseudo-reticências e ganhos nulos com Nuno Crato porque – consta nos círculos dos analistas sindicais melhor informados – os professores estavam quase a ceder (quem nunca cede é que fica de rabo sentado à espera das câmaras para fazer o relato).

Agora, em 2017, é vez de se anunciar uma luta contra um governo que tem o apoio das esquerdas todas que dão substância e mexem os cordelinhos na mais do que larga maioria deste arco sindical. Nem é preciso esperar pelo fim do jogo para fazer um prognóstico. Os maiores idiotas (tipo jsd e opinadores do Observador) são os que ainda dizem que são a Fenprof – agora de novo FNEprof –  e o Mário N. quem manda na 5 de Outubro. Quem dera, por muito pouco que tenha a dizer em defesa do segundo (na primeira há muito boa gente, só que demasiado disciplinada para o meu gosto).

Isto não passa de fumaça, de encher de peito para marcar alguma agenda e tentar provar que ainda se existe fora da trela, embora – como é destacado na entrevista acima citada – a grande preocupação é atacar o governo e com isso satisfazer a “direita”. Repare-se que o problema não está em defender os interesses da classe profissional representada (sejam de que partido forem), mas alinhar em cálculos político-partidários, quando nas matérias em apreço (descongelamento, aposentação) este governo nada fez de diferente em relação ao anterior, apenas se comprazendo em prolongar o martírio, enquanto se financiam bancos falidos.

Portanto, chamem-me os nomes que quiserem (estou habituado, mas ao menos eu não salivo por senhas de presença na vereação ou meto os papéis para a reforma logo que sei que a coisa vai apertar como dois dos meus grandes críticos sindicalistas de outrora*), mas vou fazer como os Deolinda até que me provem que isto é para levar a sério.

homens-da-luta

(*  – sim, não perdoo e muito menos esqueço o que esses invertebrados e cert@s amig@s fizeram, preciso das duas faces em bom estado…)

Advertisements

7 thoughts on “O Regresso à Luta!

  1. Unidos na defesa da classe docente. Joana Mortágua junta a sua voz à de Mário Nogueira!

    Joana Mortágua apresentou proposta que, “em nome da justiça” prevê o reposicionamento na carreira dos docentes que ingressaram nos quadros. Deputada bloquista saudou a luta dos professores, sublinhando que a mesma “faz bem ao país e faz bem à Educação”.
    18 de Maio, 2017 – 17:21h

    http://www.esquerda.net/videos/uma-sociedade-que-aposta-na-educacao-nao-pode-maltratar-os-seus-professores/48755

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s