É Só a Mim que Parece que os Professores Ficarão de Fora?

A menos que também nesta matéria comecem a promover ultrapassagens pela faixa de emergência.

A aposta é no descongelamento faseado de carreiras que, diz Mário Centeno, também há-de trazer mais dinheiro para quem tiver a situação revista.

E quem continuar a não ter, uma década depois?

centeno

Anúncios

Validado

Como potencial classificador de provas. Antes fosse inválido. A coisa durou mesmo menos de 1 minuto porque digitar os algarismos do NIF e submeter é coisa que ainda faço com alguma facilidade. Confesso que dispenso novo contacto. Quem recebeu o meile do Iavé perceberá.

GAtp

1, 2, 3, Experiência

Tomem uma qualquer associação ou organização muito reivindicativa.

Conversem com os seus dirigentes ou líderes mais destacados, elogiem o seu papel, sugiram-lhes que passem a dar formação na sua área específica e garantam-lhes subsídios europeus (por exemplo) para o efeito.

Obterão “paz social” ou assim uns comunicados periódicos a contestar umas coisas, mas a elogiar o panorama geral. Ou vice-versa.

Nutty Professor

O Feudalismo Educacional

Das lutas pelas posições de chefia na “estrutura” que resta da implosão à digressão unipessoal em defesa do novo pafismo (Programa Autonomia e Flexibilidade, a “sua” reforma), quer-me parecer que o ME continua tolhido pelas manobras aparelhistas e os egos pessoais. Enquanto há verbas europeias para absorver, muito se vai cosnpirando, o problema vai ser, ao que parece, já depois de 2018 (eu pensava que seria um pouco depois), quando começarem a secar os subsídios que andam a ser canalizados para os “projectos”, em especial os da nova vaga de “qualificação”, via IEFP.

feudalismo22