É Só a Mim que Parece que os Professores Ficarão de Fora?

A menos que também nesta matéria comecem a promover ultrapassagens pela faixa de emergência.

A aposta é no descongelamento faseado de carreiras que, diz Mário Centeno, também há-de trazer mais dinheiro para quem tiver a situação revista.

E quem continuar a não ter, uma década depois?

centeno

14 thoughts on “É Só a Mim que Parece que os Professores Ficarão de Fora?

  1. E depois, mesmo que assim não seja, gostaria de saber se o 10º escalão, “virtual”, (e com o qual se fazem muitas estatísticas a provar que os professores ganham muito), passará a ser real.

    Gostar

    1. Importa-se que para mim e muitos outros também o seja?
      E para você tb o será, quando andar lá por perto, após quase 40 anos de serviço, sem interrupções. Em contínuo.

      What’s the fucking problem?

      A mentalidade do poucochinho e dos há piores, tira-me do sério.

      Gostar

      1. Reparo agora que é você que anda por aí com os serviços mínimos para a greve e tal.
        Ai, os serviços mínimos. Ui……..

        Ligue os médios e os máximos!

        Gostar

      2. subscrevo que a mentalidade ‘há muitos que estão pior’ ‘ou ‘podia ser pior’ é perfeita para castrar a vontade e manter o status quo…

        Gostar

  2. Pois não gosto de greves de fantochada… só para os sindicatos dizerem que fazem alguma coisa.

    Lei n.º 35/2014, de 20 de junho
    Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas
    Artigo 397.º
    Obrigações de prestação de serviços durante a greve
    1 — Nos órgãos ou serviços que se destinem à satisfação de necessidades sociais impreteríveis, a associação que declare a greve, ou a comissão de greve, e os trabalhadores aderentes devem assegurar, durante a greve, a prestação dos serviços mínimos indispensáveis à satisfação daquelas necessidades.
    2 — Para efeitos do disposto no número anterior, consideram-se órgãos ou serviços que se destinam à satisfação de necessidades sociais impreteríveis, os que se integram, nomeadamente, em alguns dos seguintes setores:
    a) Segurança pública, quer em meio livre quer em meio institucional;
    b) Correios e telecomunicações;
    c) Serviços médicos, hospitalares e medicamentosos;
    d) Educação, no que concerne à realização de avaliações finais, de exames ou provas de caráter nacional que tenham de se realizar na mesma data em todo o território nacional;

    Gostar

    1. Depois da última greve às avaliações no tempo do PSD/CDS, o governo promoveu propositadamente a alteração da lei para englobar as avaliações e exames nacionais como serviços minimos. Como é apanágio na tugalãndia essa alteração passou ao lado de todos: sindicatos e profissionais. A partir daí, acabou-se o pouco poder reivindicativo que existia nos profs.

      Gostar

    1. “Pois não gosto de greves de fantochada… só para os sindicatos dizerem que fazem alguma coisa.”

      Afinal você não gosta de greves:

      A- por serem uma fantochada
      B- por causa dos sindicatos
      C- por não serem legais uma vez que há serviços mínimos
      D- porque sim.
      E- por ambas as 4 razões anteriores

      E agora, para algo completamente diferente……

      “2 — Para efeitos do disposto no número anterior, consideram-se órgãos ou serviços que se destinam à satisfação de necessidades sociais impreteríveis…”

      Vamos por partes:
      – Exames são necessidades sociais impreteríveis?

      Continuemos:

      “d) Educação, no que concerne à realização de avaliações finais, de exames ou provas de caráter nacional que tenham de se realizar na mesma data em todo o território nacional;”

      -E se as provas/exames forem adiadas para um outro calendário, a nível nacional? (como já aconteceu)

      Você lembra-se que esta pressão já se fez sentir com M LR e N Crato?

      O que você a continua a citar é perfeitamente rebatível em termos jurídicos, constitucionais e do trabalho.

      Gostar

      1. o rebatível não é feito pelos sindicatos mas apenas pelo tribunal; e enquanto ‘o pau vai e vem, folgam as costas’ e portanto quando sair um hipotético acordão as coisas têm de ser feitas…

        Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.