Achei Cruel

Colocar o actual director do Jornal Económico a comentar a situação do Mexia e da EDP em prime-time na SICN. Pelos malabarismos do “comentador” – quem deveria ter cuidados na negociações é o Estado, a EDP pode não ter feito nada de mal, o Mexia está cheio de condições para continuar, apesar de… – percebe-se que com tão poucas vacas leiteiras na área da publicidade para jornais económicos o melhor é fazer piruetas enquanto os faróis lhe batem nos olhos mesmo a meio da estrada.

Afinal, o Pedro Santos Guerreiro não estava disponível? Ou o irrevogável Gomes Ferreira? Não se quis queimar já ninguém da casa?

IMG_5057

Anúncios

Cheira-lhes…

… a dinheiro e a tentação é incontrolável. Depois de tudo o que vimos fazer na banca privada nacional e como esse sorvedouro arrastou a CGD, só a ideia de meter a Santa Casa da Misericórdia num negócio bancário deveria ser considerado um crime. A ver se o Santana Lopes não se deixa engolir por aquela vaidade imensa de pensar que é capaz de tudo.

money-bag

Quem de 9 Tira 5, Fica com Mais?

Desde o início que escrevo que a “descentralização” na Educação é apenas uma forma de esvaziar níveis de decisão que estão agora nas escolas, sem que se reduzam as suas funções. Ou seja, fazer o mesmo ou mais (do tipo “combater a pobreza”), mas com menor poder de decisão. E não me interessa se há quem agora tem vereadores, presidentes de câmara ou assembleia municipal da sua cor (ocorre-me o caso sintomático de Gaia, onde agora confluem muitas vontades descentralizadoras, até levam com outro menezes em cima). O que está em causa é que não adianta “temerem” isto ou aquilo, porque a realidade é o que é e não o que se mete na montra. Enfia (ou já enfiou) o barrete quem quis ou a quem pareceu que daria jeito.

Há gente que acredito ter sido crédula ou ingénua, mas são mais os oportunistas e os que sabiam há muito que seria assim, mas fingiram que não. E ainda há os troca-tintas que disseram o pior disto, mas que agora vão dizer que é a “boa” descentralização, enquanto arranjam outras coisas para fazer barulho e parecer que estão a “lutar”. E continua a lamentar que as actas do seminário do CNE realizado na Universidade de Aveiro sobre este tema tenham sido o que foram (pois há coisas que não estão lá e deveriam estar para que as pessoas não digam agora outras coisas, algumas que mal se ouvem e ainda as que de início foram truncadas por um azar dos távoras).

E depois há tudo o que se esconde sobre os fracassos de medidas deste tipo em países bem mais desenvolvidos do que o nosso neste tipo de matérias (como a Suécia, que agora já ninguém reclama como exemplo).

Descentraliza

Esquema retirado do Público.

Business as Usual

O Mexia estava há bocado numa peça de noticiários a dizer numa mesa de administradores da EDP (com o inefável Catroga a legitimar a coisa no seu cargo de fiscalizador de não sei quê) que aquilo do patrocínio ao Pinho na Universidade de Columbia não tinha nada de mal e que até tinha convidado jornalistas a assistir às aulas.

Say no more, say no more.

Ou melhor… sigam as (largas) pegadas publicitárias e encontrarão algo ainda mais giro.

nudge-nudge-monty-python-500x345