Sugestão ao Pequeno Sindicalismo Docente

Meia dúzia de micro-sindicatos docentes (ASPL, Pró-Ordem, SEPLEU, SIPE, SIPPEB e SPLIU) decidiu convocar uma greve para o próximo dia 14. Está no sei direito definirem uma “luta” comum e independente da FNEprof.

Mas – sendo-me impossível perceber bem quantos professores representam para além dos seus corpos sociais – eu faria a seguinte sugestão:

  • Se a greve tiver menos de 10% de adesão, todos estes sindicatos deverão auto-dissolver-se e livrar-nos de mais embaraços, porque o pluralismo sindical é outra coisa.
  • Se a greve tiver menos de 5% de adesão, estes sindicatos deverão auto-dissolver-se e as suas direcções deverão praticar uma sessão de animada auto-flagelação pública no Rossio.

Flagellati

Anúncios

11 thoughts on “Sugestão ao Pequeno Sindicalismo Docente

    1. O auto-flagelamento é um acto de reconhecimento do próprio pecado. O auto-de-fé é a imposição de um castigo (especialmente se queimados vivinhos) a quem não se arrependeu de eventuais pecados-

      É toda uma diferença, porque isto das Fés (teológicas e sindicais) é comigo, um conhecido devoto dos estudos bíblicos. 🙂

  1. E se tiver, como é previsível, menos de 0,1% de adesão?
    São obrigados a ler os Discursos do Cavaco? Ou isso já é atentatório dos direitos humanos?

  2. Sugestão aos pequenos fazedores de opinião gratuita:

    A greve acabou por ser desconvocada, pelo que, como diz o outro, não existindo contra-factual, não podemos de todo saber que impacto teria tido. Por outro lado, sabemos bem qual o resultado da greve convocada e realizada pelos GRANDES sindicatos Fenprof/FNE.

    Deste modo, diga-me:

    – qual a percentagem de adesão?
    – quantos exames e provas de aferição deixaram de se realizar?

    Respondidas estas questões, é evidente que quem se devia auto-flagelar era o autor do post.

    1. Não sou representante de qualquer sindicalismo, pelo que reencaminharia tais questões a quem de direito.

      Mas se quiser mesmo a minha opinião… sugeriria o mesmo ao grande sindicalismo.
      E a si uma boa dose de cápsulas de ironia e sarcasmo.

  3. Isto de ser pequeno, compadece muito com o desejo da criança… o desejo de deixar de ouvir os juízos que fazem medições à distância, sem qualquer substância ou relevância, embora sem nunca perder ânsia de ser aquilo que é.
    Qualquer um pode ser pequeno mas ser honrado. Posso ser pequeno mas ser forte. Posso ser pequeno mas ser influente. Posso ser pequeno mas ser alguma coisa. Posso ser pequeno e ser livre.
    Pois ao contrário do “grande” sindicalismo… o “pequeno” sindicalismo docente, porque independente de ventanias partidárias que moldam o seu caminho, é livre.
    Quando pensa, pensa de forma simples, pensa apenas nos interesses dos seus associados.
    Só por isso vale a pena ser PEQUENO!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s