Pelo Contrário

Uma das maiores mistificações em curso há muito tempo é a daqueles que afirmam defender o “interesse dos alunos” e propõem medidas que, no essencial, significam que desistiram de acreditar nesses mesmos alunos. Pior… acusam de serem contrários a esse “interesse” aqueles que continuam a acreditar que os alunos são capazes de alcançar níveis de desempenho e sucesso sem ser através do encurtamento disto, da simplificação daquilo e, no fundo, do nivelamento por baixo do que é exigido como suficiente.

Quem desistiu dos alunos, em particular dos que mais necessitam de apoio para progredirem e conseguirem o melhor de si próprios, são aqueles que consideram que o sucesso só consegue ser alcançado através de engenharias estatísticas ou metodológicas. O caminho fácil.

O caminho difícil é outro. Não é, não poder ser o da “lógica da simplificação”. A conversa sobre o “rigor” nisto tudo é apenas o recurso a um chavão que vale o que mais ou menos o que valeu no mandato anterior, mesmo se a aplicação divergia em detalhes.

Bean

Anúncios

2 thoughts on “Pelo Contrário

  1. “a nossa acção enquanto educadores deve ter por base a transmissão dos conhecimentos numa lógica de simplificação”

    simplificação, simplificar, facilitar, rigor…..

    Dassss-sssse que isto é mesmo muito mau.

  2. possuo a curiosidade de como esta inovação e flexibilização curricular se conjugará com a obrigatoriedade e rigidez curricular da avaliação externa…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s