Felizmente, Algo se Move…

… e talvez faça com que alguém assuma o que fez (já se notam alguns vira-casacas, enquanto outros andam mudos a gozar as férias de um ano lectivo que não tiveram), ou seja, alterar regras na secretaria a pedido de alguns, não as comunicando no aviso de abertura.

Mob2017Mob2017b

 

14 thoughts on “Felizmente, Algo se Move…

  1. Atenção, o argumento do “desrespeito pela graduação profissional e um grave prejuízo para a vida pessoal” há muitos anos que se aplica aos QE/QA que são ultrapassados pelos QZP no concurso de MI (o único que realmente interessa porque no de Concurso Interno não aparecem vagas reais).
    Só que anteriormente os QZP achavam justo que não se respeitasse a graduação porque isso os favorecia.
    Sou QE há mais de 20 anos e há 18 que não consigo aproximação à residência. Mas todos os anos aparecem colegas menos graduados (QZP) em horários nas escolas para as quais concorro. Se a graduação fosse respeitada, eu ficaria numa escola mais próxima e deixaria o horário da minha escola de provimento para um colega menos graduado.
    Só haverá justiça e transparência nos concursos quando se cumprirem 2 condições:
    1 – todos os horários são disponibilizados em simultâneo (as exceções terão de ser bem fundamentadas pelas escolas)
    2 – o critério de graduação tem de ser sempre respeitado.

    Gostar

    1. Paulo, não queres integrar o “movimento”? A tua experiência, desde o Umbigo que te acompanho, e clarividência seriam uma ajuda preciosa. Nem que fosse “só” para nos dares algumas orientações…Somos novatos!
      Por favor, não digas que estás cansado. Please!!!!
      Saudações.
      Helena Goulão

      Gostar

      1. A questão não é o “cansaço”, mas vocês precisarem de um rosto “novo” e não de um tipo que se preocupou sempre mais em dizer o que pensa do que em estabelecer “pontes” com os poderes.
        Mas nada contra colaborar convosco nesses termos.

        Gostar

  2. Finalmente alguém que vai ao cerne da falácia. A madre de todas as injustiças, dado remontar à criação dos QZPs -o primeiro de todos os atropelos-, é a que o colega LIP muito esclarecidamente expõe. Mas parece estar tudo muito dorido com os QZPs, apenas,uma vez mais.

    Gostar

    1. Eu estou “dorido” com mais de uma década de atropelos a um concurso que foi sendo sucessivamente desregulado.
      Já alguém se lembra, dos meus tempos de contratado, que existia habilitação “própria” e “suficiente”? Seria giro ver como isso se volatilizou…

      Gostar

  3. …e lidei com as situações, com as ferramentas disponíveis na altura, e que tu já sacaste do baú Paulo Guinote. Os concursos nunca foram “fáceis”. A tecla actual é que já está desgastada: tu estás melhor que eu; se vivesses o que eu já vivi; cambada que só se manifesta quando lhe toca; …etecetera.
    😦

    Gostar

  4. Também sou a favor que se respeite a graduação. Não é justo q os QZPs tenham prioridade sobre os QA/QE q para efectivar tiveram q ir para longe e muitos deles não conseguem aproximar-se porque as vagas são guardadas p/ os QZPs… É muito injusto e não vejo nenhum sindicato interessado em fazer mudar a lei!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.