Eram Verdinhos e Brancos

Os verbetes quando, a certa altura dos anos 90, começou uma incipiente informatização do processo de candidatura. Impressoras de agulhas. E diziam-nos que tínhamos de escrever dentro dos quadradinhos do papel de concurso por causa de uma (inexistente) leitura óptica.

Antes era tudo, mas mesmo tudo, manual… o controle das listas era “analógico”… todos sabíamos – pelo menos a nível distrital – com quem estávamos a concorrer e em que posição. Até os horários da gaveta – escolas que os guardavam e para quem eram – em mini-concurso eram conhecidos e comentados (mas a IGE nunca dava por nada, nem que fosse chamada lá 10 vezes… ou não queria dar…).

IMG_5963_LI

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s