Está Tudo Normal, Todos Tranquilos e com Esperanças

Professores, pais e responsáveis pelas escolas esperam estabilidade no início do ano letivo, daqui a uma semana, e dizem haver indícios de que o arranque das aulas vai ser tranquilo.

Ouvidos pela agência Lusa sobre o início do ano letivo 2017/18, responsáveis do setor esperam normalidade, mas apontam a falta de trabalhadores não docentes e de técnicos especializados como alguns dos problemas a marcar o momento.

(…)

Mário Nogueira, pela Fenprof, também espera uma tranquilidade no regresso às aulas que não existiu no passado, mas lembra que ainda é preciso colocar “três a quatro mil professores”. E se o Ministério da Educação (ME) não está atrasado para criar condições para que as escolas abram de forma positiva também “não se pode adiar muito mais”. O ME está a “trabalhar muito em cima da linha vermelha, esperamos que as coisas funcionem”, alerta.

(…)

Manuel Pereira espera um início de ano tranquilo, mas espera também que a revisão da portaria sobre o rácio de alunos por assistente operacional (auxiliar), que o Governo anunciou, seja rápida.

E lamenta o atraso na aprovação dos orçamentos das escolas. “É preciso que os orçamentos das escolas sejam aprovados mais cedo e que à escola seja dada mais liberdade financeira. A expectativa é que o Ministério perceba que as escolas precisam de mais recursos financeiros para poder dar respostas mais imediatas”.

Filinto Lima, presidente da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP), não fala dos orçamentos mas deposita grande esperança de as escolas poderem muito em breve contratar mais assistentes.

(…)

Essa é também a esperança de Rui Martins, presidente da Confederação Nacional Independente de Pais e Encarregados de Educação (CNIPE). À Lusa disse esperar uma abertura do ano letivo tranquila, “quase de certeza” sem falta de professores.

E elogia também a gratuitidade de manuais escolares no primeiro ciclo (embora lamente que outras despesas de educação não possam ser deduzidas a nível de impostos) e a redução do número de alunos por turma, que está prevista em algumas escolas.

E quem discordar disto (só falta aqui o pai Ascensão para a benção ser geral) é lélé da cuca.

E nem vale a pena voltar a referir que a designação geral de “professores” é abusiva e falaciosa.

ommm

One thought on “Está Tudo Normal, Todos Tranquilos e com Esperanças

  1. A carreira dos Professores está muito estável: estou no mesmo escalão em que estava há 8/9 anos; ganho o mesmo no fim do mês.
    Mas os combustíveis custam o dobro do que custavam há 8/9 anos; no supermercado, pago o dobro do que pagava nessa altura para comprar as mesmas coisas. Estou 10 anos mais velho e lecciono mais horas por semana que leccionava há 10 anos atrás.
    Mas sim, está tudo muito estável. Os grandes defensores dos Professores assobiam para o lado; portanto, deve estar tudo bem. Eu é que sou chato por não gostar de histórias da Carochinha. Prefiro a Realidade. São feitios…

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.