O “Empurrão”

A tutela parece que já desistiu de sublinhar em excesso o carácter “inovador” e nunca visto do pafismo (projecto autonomia e flexibilidade) educacional. Com jeitinho, também acaba por admitir que muito do que se afirma já era feito e que existiam já os “instrumentos” legislativos para dar cobertura a esta tipo de práticas pedagógicas mais ligadas aos “projectos”. O que parece é que passou para a fase de dar a entender a quem questiona com maior informação estas coisas que as escolas precisavam de um “empurrão” para adoptarem este tipo de “boas práticas” com maior frequência, quiçá – digo eu – como modelo único.

E eu pergunto… mas “empurrão” porquê e para quê? Acaso os resultados têm sido maus? Não andam todos a reclamar a paternidade da enorme descida do abandono e da melhoria dos resultados nos testes internacionais?

O que me está a escapar? “Inovar” porque sim, mesmo se não é “inovação” o que já foi feito há 20 anos, foi abandonado e poucos querem explicar porquê, incluindo quem apoia estas medidas, mas ali por 2002-03 colaborou no seu “enterro” ou mais tarde destruiu qualquer hipótese de isto ser feito a sério, com meios humanos e técnicos capazes?

“Empurrão”?

Quem ia muito bem empurrado sei eu… e não era doucement

empurrao-cebolinha

One thought on “O “Empurrão”

  1. Este ministro é a maior decepção desde a Badalhoca Rodrigues. Ele pensa? Ele faz? Ele serve para quê, exactamente? Se é só para fazer figura de banana, até o Jorge Jesus servia.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.